Se Deus Pode Abrir o Uzbequistão para o Evangelho, Por Que Não Outros Lugares?

Multiplying Disciples Among the Least, Last, and Lost

Uzbekistan

Se Deus Pode Abrir o Uzbequistão para o Evangelho, Por Que Não Outros Lugares?

Obstáculos podem parecer intransponíveis quando se trabalha visando aos povos não alcançados. Jocumeiros acreditam na visão dada por Deus em Apocalipse 7:9. Como resultado disso, equipes da JOCUM Missões e Fronteiras têm respondido ao chamado orando e indo. Queremos ver todas as nações, tribos e povos alcançados por Jesus. Esta história de como Deus abriu uma porta impossível entre os uzbeques torna vivos estes versículos do livro de Apocalipse:

“Depois disso olhei, e diante de mim estava uma grande multidão que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé, diante do trono e do Cordeiro, com vestes brancas e segurando palmas” (Apocalipse 7:9, NVI)

Um País Fechado: Uzbequistão

No final dos anos 80, um de nossos missionários pesquisadores, Todd Johnson, falou na Conferência de Missões e Fronteiras da JOCUM. À época JOCUM-MF estava apenas no começo.

Ele nos disse que os uzbeques eram um dos maiores e mais difíceis grupos a serem alcançados. Ele descreveu o país, Uzbequistão, para nós. Era um país fechado no coração da comunista União Soviética. Forasteiros não podiam entrar naquele país de maioria muçulmana na época.

Jocumeiros que ouviram a palavra de Todd entenderam. Deus havia nos chamado a ir para todas as nações. Ele queria alcançar todas as tribos e povos. E isso incluía os uzbeques. Aqueles que ouviram a palavra queriam acreditar nela, mas os obstáculos pareciam intransponíveis. Deus sabia como superar essa dificuldade. Não era difícil demais para Ele!

Passados apenas dois anos da mensagem de Johnson sobre os uzbeques, o muro de Berlim caiu. O símbolo máximo da “Cortina de Ferro” do comunismo veio abaixo, e todos puderam ver na televisão. Isso chocou o mundo! Um repentino e inesperado caminho foi aberto para compartilhar Cristo com os uzbeques não alcançados. A União Soviética agora estava aberta para os de fora.

JOCUM-MF sabia que precisava se mover frente a essa porta aberta. Jocumeiros ao redor do mundo se mobilizaram, e mais de cem responderam ao chamado. Eles chegaram ao Uzbequistão e começaram a aprender alíngua e cultura. Enquanto construíam amizades, começaram a falar com as pessoas sobre Jesus. Os uzbeques prontamente abriram seus corações e creram nas boas novas. Vidas foram transformadas poderosamente. Foram estabelecidos encontros de comunhão e líderes locais foram treinados e comissionados. O que antes era inalcançável se tornou realidade. O povo uzbeque estava amando e obedecendo a Jesus! Eles começaram a compartilhar o evangelho com outros. O movimento começou a se multiplicar.

Cristãos Locais Permanecem Fortes

Recentemente o governo uzbeque tentou brecar o crescente movimento. Missionários foram forçados a deixar do país. A perseguição à igreja uzbeque se intensificou. Apesar desse novo obstáculo, os cristãos locais permanecem fortes. Os cristãos locais continuam perseverando no propósito de Deus para seu povo e seu país.

Olhando para esses anos que se passaram, como JOCUM-MF, nossos corações se enchem de gratidão. Deus tem realizado o que um dia parecia impossível. Haverá uzbeques no meio da multidão descrita por João em Apocalipse!

Hoje há uma estimativa de 10 mil uzbeques cristãos, e muitos movimentos estão acontecendo. Louvado seja Deus por abrir a porta e pelos jocumeiros que deram o passo para atravessá-la! Eles oraram e foram. Deus moveu, e discípulos louvando em igrejas que se multiplicam são o resultado. Isso é o que chamamos de orar e ir.

Mais Precisam Ir

As tribos e nações não alcançadas que restam virão a conhecer Jesus? Se sim, como? Os obstáculos hoje parecem impossíveis, bem como era anos atrás quando olhávamos para a nação do Uzbequistão. Mas a Palavra de Deus responde às nossas impetuosas perguntas. Deus já nos deu uma visão profética de uma grande multidão que ninguém poderia contar. E ela era de todas as tribos, povos e línguas. Nenhum povo é difícil demais para Deus alcançar. Ele é mais do que capaz de abrir as portas.

Deus já fez isso antes e ele vai fazê-lo de novo. Quando a porta para um povo não alcançado se abrir estaremos prontos para agir? Vamos orar e ir.

Você está interessado em alcançar um povo não alcançado com o evangelho? Inscreva-se abaixo para falar com um mentor da YWAM Bridges hoje. Comece sua jornada.

Comments: 2

  1. Denise says:

    Que benção, Deus tem ouvido as orações, os corações t sido alcançados, glória a Deus.

  2. Jaqueline Ramos says:

    Glória a Deus por tudo o que Ele tem feito!!!
    Muito mais Ele fará!!!

Add your comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Send this to a friend